Boletim Tavares e Panizzi

1ª EDIÇÃO

DIRETO DE BRASÍLIA


AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO DE DADOS É CRIADA PELA MP 869/18


A Medida Provisória 869/18, editada no dia 27 de dezembro de 2018, criou no Brasil a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), alterando a lei 13.709/18, Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e ampliando para agosto de 2020 o prazo das empresas para a adequação.

A ANPD terá dentre suas funções a elaboração de diretrizes para uma Política Nacional de Proteção de Dados Pessoais e Privacidade; a fiscalização e a aplicação de sanções; promover entre a população o conhecimento das normas e políticas públicas sobre proteção de dados pessoais e as medidas de segurança.

A Lei nº 13.709/2018 trata da proteção de dados pessoais em geral (LGPD), tendo sido aprovada em 2018. Essa lei impacta toda e qualquer atividade que envolva utilização de dados pessoais, incluindo o tratamento pela internet, consumidores, empregados, entre outros. As empresas que violarem essas regras podem vir a ser multadas por infração à Lei Geral de Proteção de Dados em até 2% (dois por cento) do valor de seu faturamento.

Fonte: Câmara dos Deputados


PANORAMA ECONÔMICO


No dia 25 de fevereiro, o Boletim “Focus”, publicação semanal do Banco Central com estimativas de instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos, atualizou as expectativas em relação ao Brasil:


- Economia - A expectativa para o crescimento econômico brasileiro em 2019 permanece a mesma. O PIB (Produto Interno Bruto) deve fechar o ano com avanço de 2,48%.

- Inflação - O mercado financeiro espera que a inflação encerre o ano abaixo de 4%, mantendo a expectativa do IPCA para 3,88%.

- Dólar - A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no encerramento de 2019 permaneceu em R$ 3,70 por dólar.

- Taxa de juros - Para o fim de 2019, a expectativa do mercado financeiro é de continuidade da taxa de juros no valor de 6,5% ao ano.

Fonte: Banco Central

INDÚSTRIA GAÚCHA CRESCE 5,5% EM 2018


A indústria gaúcha fechou 2018 com crescimento da produção física 5,5% acima do desempenho de 2017. O Estado ostentou a segunda maior taxa de crescimento, ficando atrás apenas do Pará, com alta de 9,6%. A média do Brasil ficou em 1,1%.

Fonte: IBGE

INOVAÇÃO E TENDÊNCIAS


PERFIL DE CONSUMO DO BRASILEIRO

A consultoria PricewaterhouseCoopers (PWC) realizou uma pesquisa intitulada Global Consumer Insight Survey 2018, onde define tendências e características de consumo em 27 países, incluindo o Brasil. Entre outras informações, o estudo revelou que 21% dos brasileiros fazem compras pela internet semanalmente — maior número desde que a PwC começou a medir o índice, há cinco anos.

Fonte: Revista Época

NUBANK VAI COMEÇAR A OFERECER EMPRÉSTIMO PESSOAL

No dia 08 de fevereiro, a fintech Nubank anunciou que vai operar crédito pessoal, em mais um passo da plataforma eletrônica de serviços financeiros para concorrer diretamente com os grandes bancos do país. Os empréstimos começarão a ser oferecidos com taxas de juros mensais de 2,1% a 5%, sendo o processo todo feito por meio do aplicativo. O prazo dos financiamentos será de até 24 parcelas.

Fonte: G1

AMAZON INICIA VENDA DIRETA DE NOVOS PRODUTOS NO BRASIL

A Amazon, maior empresa varejista digital do mundo, iniciou 2019 passando a vender 11 novas categorias de produtos no Brasil, expandindo a marca para além dos livros. Assim, a companhia passa a oferecer mais de 20 milhões de produtos, em 15 categorias, que incluem itens vendidos e entregues pela empresa ou por vendedores parceiros.

Ao mesmo tempo, a gigante do varejo também anunciou o lançamento do Amazon Scout, um robô autônomo e elétrico, do tamanho de um cooler de bebidas (assista o vídeo), que será testado inicialmente nos EUA para realizar entregas. O robô é capaz de desviar de pedestres, animais de estimação e qualquer objeto que possa encontrar nas calçadas.

Fonte: Brasil Econômico

EXPECTATIVA DE CRESCIMENTO PARA O E-COMMERCE

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM), o comércio eletrônico deve crescer 16% em 2019. A expectativa é que o volume total de vendas chegue a quase R$ 80 bilhões. Caso essa projeção se cumpra, o montante representaria um crescimento de 16% quando comparado com o resultado atingido em 2018 pelas lojas virtuais do País, sendo o maior avanço anual verificado desde 2015.

Fonte: Portal no Varejo

Fones: (51) 3466-4177 - 3472-1856 - 3059-1444

Rua Victor Kessler, 194, Canoas/RS - CEP 92310-360 | tavarespanizzi@tavarespanizzi.com.br